Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Contas do início do ano: como se organizar e evitar endividamento
30/01/2019 09:09 em Novidades

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) divulgou uma pesquisa recente informando que uma parcela bem pequena da população – apenas 9% – vai conseguir pagar despesas que, geralmente, se tem no início de ano, como IPTU, IPVA, rematrícula escolar, entre outros, com o dinheiro que recebe nessa época.

E mesmo o levantamento também apontando que o número de pessoas que conseguiu guardar dinheiro para arcar com essas contas aumentou em relação a 2018 (de 21% para 31%), ainda sim o consumidor deve ficar atento para se organizar melhor e não ficar com pendências.

A pesquisa também apontou que 11% dos entrevistados não fizeram qualquer tipo de planejamento financeiro para conseguir pagar de maneira integral e dentro do prazo esses gastos de começo de ano.

Planeje-se: o ideal é que as pessoas consigam juntar o dinheiro previamente para pagar as contas nesse período.

Seja disciplinado com as contas: é preciso estar atento aos prazos, por isso, a dica do consultor é colocar numa planilha, ou lista comum, quais serão as despesas e também não afrouxar os pagamentos. É muito comum deixar tudo para última hora, mas esse não é um hábito saudável para quem quer ter a vida financeira organizada, pois podem surgir imprevistos.

Procure meios on-line de fazer seus pagamentos: ter de sair de casa ou do trabalho para pagar contas hoje em dia é um empecilho. Muitas despesas podem ser quitadas por meio de canais on-line.

Não se planejou e vai ter que correr atrás do prejuízo? Então, analise os juros e opções que você tem. Tanto na vida pessoal como nos negócios é imprescindível começar o ano com organização e planejamento das finanças, esse é primeiro passo para ter uma boa saúde financeira e poder se programar para novos projetos com mais segurança.

 

Ouça entrevista com a coordenadora de atendimento ao contribuinte do Procon de São Marcos, Dieli Zulian Terres:

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!