Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Incêndio no 'Castelinho': corpo de mãe e filha foram identificados
14/06/2018 12:42 em Novidades

Mais de um ano após o incêndio que destruiu cinco residências próximo ao Monte Calvário, a Polícia Civil de São Marcos divulgou resultado de perícia.

 

O que, no início, era tratado como incidente, se confirmou como uma ação criminosa do tráfico de drogas. Uma das casas atingidas no dia 3 de maio de 2017 se tratava de conhecido ponto de venda de drogas, popularmente conhecido como "Castelinho".

 

Nos escombros da construção foram localizados vestígios de ossos, que foram enviados à perícia em Porto Alegre para identificar se eram de fato humanos.

 

O resultado do inquérito chegou no final de 2017 e confirmou o que já suspeitava a Polícia Civil: os ossos são de Angela Maria Moraes Sá (Toti), de 45 anos, natural de Lages (SC), e de sua filha Andreza Ribeiro Sá, 23 anos, natural de São Marcos.

 

Confira entrevista com o delegado da Polícia Civil de São Marcos, Edinei Albarello (na foto, à direita):

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!