Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Vacina contra gripe diminui riscos de efeitos da Covid-19, apontou estudo norte-americano
12/07/2021 13:23 em Saúde

A vacina da gripe reduz o risco de derrame, infecção generalizada, internação em UTIs e trombose venosa profundo.

 

Os índices de cobertura vacinal da gripe no Brasil estão baixos, apenas 46,3% do público-alvo foi vacinado. Agora, a população em geral pode se imunizar nos postos de saúde.

Os cientistas da Universidade de Miami descobriram mais um motivo para não deixar de lado essa imunização: a proteção contra o vírus Influenza reduz o risco de derrame, sepse (infecção generalizada), internação em unidade de terapia internsiva (UTI) e trombose venosa profundo em pacientes infectados com o coronavírus.

O estudo, apresentado no Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas, foi feito com dois grupos de 37.377 pessoas de diversos lugares do mundo. Ambos grupos foram acompanhados por fatores que poderiam afetar o risco de Covid-19 grave, incluindo idade, sexo, etnia, tabagismo e comorbidades como diabetes, obesidade e doença pulmonar obstrutiva crônica.

As análises concluíram que os indivíduos sem vacinas contra a gripe tiveram 20% mais de chances de ficarem em estado grave da Covid-19 e precisar de atendimento em UTI. O ensaio deixou claro, ainda, que a proteção contra o influenza não diminui os riscos de morte por Covid-19 e uma vacina não substitui a outra.

Os cientistas também pontuam que as duas imunizações são importantes. Concluem com a possibilidade de no futuro, a vacina contra a gripe pode ser usada para ajudar na proteção em países onde a vacina contra Covid-19 está em falta.

 

Informações: Correio do Povo

COMENTÁRIOS