Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Segunda parcela de auxílio é liberada para 2,6 milhões de trabalhadores informais
08/06/2020 08:44 em Brasil

Nascidos em agosto podem sacar quantia de R$ 600 a partir desta segunda-feira (8)

 

A segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 está liberada, a partir desta segunda-feira (8), para cerca de 2,6 milhões de trabalhadores informais nascidos no mês de agosto. As retiradas podem ser feitas em agências da Caixa Econômica ou nas casas lotéricas.

A liberação dos recursos vale para aqueles beneficiários que receberam o primeiro pagamento até o dia 30 de abril. Além dos que fazem aniversário em agosto, o saque da segunda parcela do benefício segue disponível aos nascidos entre os meses de janeiro e julho, que tiveram os recursos liberados nos últimos dias.

Caso não efetivem o saque, os aniversariantes dos seis primeiros meses do ano ainda podem sacar os valores até o final do calendário, que se encerra no dia 13 de junho.

 

Como sacar

Para sacar, é necessário gerar um código autorizador (token) no aplicativo Caixa Tem. Caso os beneficiários tenham dificuldade para gerar o código, esse serviço poderá ser realizado nas agências da Caixa.

A partir desta data, também será possível a transferência do benefício para contas da Caixa ou de outros bancos. Para evitar aglomeração e filas nas agências, esse grupo já teve o valor depositado na conta poupança digital desde o dia 20 de maio. Agora terá a possibilidade de sacar em dinheiro.

Mas por meio do aplicativo Caixa Tem é possível pagar contas de água, luz, telefone e boletos, além de fazer compras de alimentos, roupas ou medicamentos pela internet. E também pagar por meio de QR code, aproximando o celular das maquininhas.

 

Confira o calendário de saques da segunda parcela 

  • Nascidos em janeiro – 30 de maio (2,6 milhões)
  • Nascidos em fevereiro – 1º de junho (2,4 milhões)
  • Nascidos em março – 2 de junho (2,7 milhões)
  • Nascidos em abril – 3 de junho (2,6 milhões)
  • Nascidos em maio – 4 de junho (2,7 milhões)
  • Nascidos em junho – 5 de junho (2,6 milhões)
  • Nascidos em julho – 6 de junho (2,6 milhões)
  • Nascidos em agosto – 8 de junho (2,6 milhões)
  • Nascidos em setembro – 9 de junho (2,6 milhões)
  • Nascidos em outubro – 10 de junho (2,6 milhões)
  • Nascidos em novembro – 12 de junho (2,5 milhões)
  • Nascidos em dezembro – 13 de junho (2,5 milhões)

Agência Brasil

COMENTÁRIOS