Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
RS autoriza esportes coletivos em quadras esportivas em regiões de bandeiras amarela e laranja
15/09/2020 15:26 em Região

Decreto proíbe que a prática tenha a presença de público

 

Em decreto publicado nesta terça-feira, o governo do Rio Grande do Sul autorizou a prática de esportes coletivos exclusivamente em quadras esportivas para as regiões enquadradas nas bandeiras amarela e laranja do modelo de Distanciamento Controlado. O decreto proíbe que a prática tenha a presença de público e, ainda, a utilização de áreas de entretenimento, como churrasqueiras e praças infantis.

Desta forma, ficam liberados serviços de educação física, clubes sociais esportivos, clubes de futebol, competições esportivas e outros serviços. O documento ainda prevê que as práticas esportivas tenham intervalos de uma hora entre os jogos e o uso intercalado das quadras. As medidas são necessárias para evitar aglomerações e permitir a higienização do local.

Para as regiões que estiveram em bandeira de maiores riscos, vermelha e preta, respectivamente, a liberação depende da região ter cumprido pelo menos um período de 14 dias da troca para as bandeiras de menores riscos. Para a flexibilização, o governo estadual analisa a leitura de bandeiras imposta pelo Executivo e não a da co-gestão.

Nas academias, centros de treinamentos e estúdios, em regiões com bandeira laranja, haverá a permissão de 50% de trabalhadores presenciais. O atendimento presencial deve respeitar o distanciamento de no mínimo 10 metros quadrados por pessoa e material individual.

Nos treinos em piscinas, também em locais com bandeira laranja, será permitido 50% de trabalhadores presenciais. A prática esportiva deverá deverá ocorrer com uma pessoa por raia para a natação e com distanciamento de 10 metros quadrados entre os praticantes.

Nos clubes sociais e esportivos, em regiões de bandeira laranja, será permitida a presença de 50% de trabalhadores. Nesses locais, a prática dos esportes coletivos nas quadras é somente para atletas profissionais, sem público, com intervalo de uma hora entre os jogos e uso intercalado das quadras. As práticas individuais devem respeitar o distanciamento de 10 metros quadrados por pessoa. Está vedado o uso de espaços de entretenimento como churrasqueiras e praças nesses estabelecimentos.

Nos clubes de futebol profissional em disputa no Campeonato Brasileiro 2020 e na Copa Libertadores 2020 será permitida a presença de 25% dos trabalhadores. Treinos e jogos são exclusivos para atletas profissionais e sem a presença de público.

Nas competições esportivas de atletas profissionais será permitido 50% de trabalhadores presenciais, sem público. E outros serviços que se enquadram no segmento esportivo será permitida a presença de 25% dos trabalhadores.

 

Informações: Correio do Povo

COMENTÁRIOS