Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Pagamento do novo auxílio a 45,6 milhões começa nesta terça-feira (6)
06/04/2021 10:35 em Região

Mais de 2 milhões de pessoas nascidas em janeiro recebem por meio de débito na conta digital, que pode ser movimentado por aplicativo

 

A Caixa Econômica Federal começa nesta terça-feira (6) a depositar o pagamento da primeira parcela do novo auxílio emergencial para 45,6 milhões de pessoas. Recebem hoje 2,3 milhões nascidos em janeiro por meio de depósito na conta poupança digital, que pode ser movimentada por aplicativo, para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais.

O saque em dinheiro e as transferências para esse grupo serão liberados somente em 4 de maio. O calendário é dividido em quatro ciclos, de créditos e de saques. Os débitos da primeira parcela seguem até 30 de abril, para nascidos em dezembro. Já os beneficiários do Bolsa Família começam a receber de acordo com o calendário habitual do programa, que em abril tem início no dia 16.

A nova rodada terá quatro parcelas, de abril a julho, com valor médio de R$ 250. Mulheres chefes de família receberão R$ 375 e pessoas que vivem sozinhas, R$ 150. O total de beneficiados atingirá 45,6 milhões.

No ano passado, o auxílio criado para a população de baixa renda e trabalhdores informais enfrentarem os impactos da pandemia de Covid-19 teve cinco primeiras parcelas de R$ 600 e mais quatro de R$ 300, além do dobro do valor para as mães solteiras. O total pago chegou a R$ 293,1 bilhões para 67,9 milhões de pessoas.

Neste ano não será aberto novo cadastro para quem ficou de fora do programa em 2020, mas agora precisaria da ajuda. Serão beneficiadas somente pessoas que já estavam cadastradas pelo Cadastro Único, pelo aplicativo da Caixa ou Bolsa Família.

O auxílio emergencial 2021 será limitado a uma pessoa por família, com renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 550) ou renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.300).

 

Informações: Correio do Povo

COMENTÁRIOS